bootstrap button





Como foi a história desse lugar
Há muito tempo - 1608

A ilha de Boipeba está localizada no município de Cairú, o único município brasileiro composto unicamente por ilhas. Este arquipélago é formado por 26 ilhas se destacando a de Tinharé, onde está Morro de São Paulo e a de Boipeba, onde está a vila da Velha Boipeba, a Pousada Aldeia está aqui.

O arquipélago fica situado na Costa do Dendê e tem como municípios vizinhos continentais Valença e Nilo Peçanha, outras referências continentais são Torrinhas e Graciosa.

Cairú foi categorizado como vila em 1608 e em 1610 passou a ser denominado distrito. Em 1799, o atual município de Valença foi desmembrado de Cairú.

ilha de boipeba - férias no brasil

Mas vamos voltar para 1 de Abril de 1535, quando a Capitania de Ilhéus fora doada para Jorge de Figueiredo Correia. Este foi o donatário que passou a ter posse de toda a extensão territorial que se iniciava ao sul da ilha de Itaparica e ia até a barra do rio Coxim (hoje Poxim) nas proximidades da ilha de Comandatuba, desta enorme propriedade fazia parte a nossa Ilha de Boipeba.

Fig. 1 – Mapa das Capitanias Hereditárias – Fonte: Wikipédia

Os novos proprietários julgavam ter feito um bom negócio ao aceitar a propriedade, por julgarem ser um local de fácil colonização, estavam enganados e não sabiam o que lhes esperava.


Ali habitavam os Tupi-Guarani, os Tupinambás e os mortais Aimorés. Estes últimos pertenciam a um grupo denominado de Jê, designação dada a diversos grupos que na época do descobrimento ocupavam extensa área no planalto central brasileiro e alguns poucos nichos do litoral. A agressividade destes indígenas era temida até pelos próprios Tupinambás que os denominavam de “tapuais” que significa “bárbaros”, em idioma Tupinambá. (Será que a vila de Tapuais, que também fica no arquipélago, tem alguma relação com a presença desta tribo?).

Aldeia de boipeba história do brasil

Os tupinambás também eram territorialistas e bastante agressivos.
Prova disto foi o naufrágio do galeão espanhol Madre de Dios ocorrido em 1535 na ilha de Boipeba, na praia atualmente conhecida como Ponta dos Castelhanos. A tripulação era composta por 110 pessoas, onde apenas 17 conseguiram sobreviver aos ataques dos indígenas. Mesmo assim, estes sobreviveram graças a intermediação do famoso Caramuru. Há registros que contam que apesar de agressivos, estes índios eram bastante influenciados por Caramuru. 

Fig. 2 – Mapa das Capitanias Hereditárias – Se fosse hoje

Caramuru era um português que a bordo de um navio francês naufragou nas proximidades de Salvador. Recebeu este nome pelos índios Tupinambás.

Existem duas traduções para caramuru. Uma delas é o nome dado a uma espécie de moreia que vive nas pedras à beira mar, situação em que os nativos encontraram Diogo Álvares após o naufrágio. Outra, mais provável, vem da palavra Carái-muru que significa homem naufragado, faz mais sentido não é mesmo?

Outra demonstração da agressividade dos nativos de Tinharé e Boipeba, foi o ataque a frota Acunã em 1526, onde quase todos os tripulantes foram dizimados pelos índios após um encalhar nos bancos de areia do famoso Rio do Inferno. Até hoje este rio é o pesadelo de muitos navegadores que são obrigados a navegar por suas águas.

Como se pode ver, a colonização desta região não foi nada tranquila. Por que será que se fala que o povo brasileiro é um povo manso.

Espero que tenham gostado desta compilação que fiz de fatos históricos relacionados com a nossa Boipeba e agradeço a leitura.

Venha para cá e viva uma parte importante da história do nosso país.

Agradecimentos: Agradeço muitíssimo a Adolfo Duran pelos livros e pelo material histórico que me forneceu. 

Notas bibliográficas:

 Bueno, Eduardo: Capitães do Brasil                     

 Bueno, Eduardo: A Coroa, A cruz e a Espada 

 Paraíso, Profa. Dra. Maria Hilda Baqueiro: Tupinaês, Tupinambás, Franceses e      Portuguêses em Kirimuré: Alianças, Conflitos e Mortes