how to create your own website for free
ilha de boipeba

Por que tem esse nome?

Um lugar como Boipeba é cheio de histórias e cultura centenária. Muitas vezes olhamos para uma praia e vemos só a beleza, mas as pessoas daqui tem nomes diferentes para cada pedaço dessa mesma praia.
A intenção desta página e passar um pouco desta cultura para vocês.

  • ORITIBE:: oritibe é um tipo de trepadeira da onde se extrai uma fibra utilizada no passado para confecção de cordas para tecer redes de pesca, amarração de mariscos, chumbada de rede, em fim uma corda de uso geral. O rio do Oritibe ganhou este nome por ocorrer muito deste vegetal por alí. 
  • COEIRA: é uma espécie de árvore do porte de uma graviola de aproximadamente 30 cm de diâmetro. Esta árvore produz uma cabaça denominada de Cabaça de Coeira. Esta cabaça se distingue da do birimbau pelo fato de ser mais frágil porém possui um cabo natural, o que lhe proporciona uma utilidade imediata como, esgotar água de barcos, servir farinha, feijão e outros grãos. Sua utilidade mais bizarra no entanto, era no emprego de se beber o sangue da tartaruga, considerado na região “o viagra de Boipeba”. Era confeccionado na ponta desta cabaça, muito resistente, uma espécie de faca com a qual se perfurava a membrana inferior ao pescoço da tartaruga e se retirava desta forma o sangue.
  • Atracadouro Zé da Viúva: Zé da Viúva foi um antigo morador originado de Galeão que faleceu com 103 anos de idade. Era um agricultor que plantava mandioca, cana, banana, um dos maiores produtores de abacaxi. Também tinha uma grande produção de piaçava. O lugar de onde ele embarcava sua produção é exatamente onde hoje está o atracadouro por onde chegam a partem todos os moradores e vizitantes. Desta forma, carinhosamente, o lugar ganhou este nome.
  • Biblioteca Edith da Luz:: Hoje em fevereiro de 2012, esta senhora, Dona Edith, ainda é viva, com aproximadamente 90 anos. É ainda a principal parteira da ilha, provavelmente já fez mais 700 partos. Por ajudar as mulheres à dar a luz, recebeu este "sobrenome" DA LUZ. A biblioteca da cidade foi batizada com o nome dela para que se faça uma relação entre o nascimento e o acesso a cultura literária. O nome da biblioteca é Edith da Luz da Cultura.
  • Bairro da Matança:  Era um local onde em um dendezeiro se matavam o gado. Ufa!
  • COVA DA ONÇA: : Apelido dado ao distrito de São Sebastião. Este nome veio pelo fato de existir naquele lugar um buraco de grande profundidade, hoje habitado por enormes morcegos, mas que antigamente se dizia habitado por onças. Também existe uma lenda que fala que ali há um túnel que liga São Sebastião à vila de Velha Boipeba, que era utilizado pelos jesuítas para interligação com a igreja do Divino Espirito Santo em Boipeba. Será que os jesuítas não falavam que ali havia onça justamente para que os nativos não se aproximassem do buraco e então descobrissem o tal túnel? Tem um boato de que existe outro túnel localizado no caminho entre as praias do Oteiro e Tassimirim, que ainda hoje está lá, eu nunca vi, e que reza a lenda também liga até a igreja do Divino. Diz-se que este túnel era utilizado para transito secreto, o que será que eles levam por este túnel? Este lugar era conhecido como Cais, um lugar onde se atracavam os navios portugueses e espanhóis. Assim contam os nativos da ilha, interessante né? 
  • Canoa de Tronco: Uma canoa escavada com enxó em um único tronco. A canoa utilizada no salvamento das pessoas na queda do avião em Boipeba era feita de vinhático e tinha 3 palmos de largura e uns 6 metros de comprimento.
  • CALÃO: é uma rede com aprox. 100 metros de extensão por 4 metros de altura, mais 200 metros de corda . Ao centro possui um enorme saco, o calão propriamente dito, onde os peixes se acumulam. Normalmente utiliza-se 1 canoa para estirar a rede. Após estirada, a tripulação da canoa mais outros pescadores em terra, iniciam o processo conhecido como arrastão, onde agarram-se cada grupo a uma das pontas da rede, distantes entre si de aprox. 200 metros. A medida que puxam a rede os peixes vão ficando aprisionados no centro. “... um calão é uma rede grande no muuundo, e tem um saco medonho no meio...”. (Achei este site com várias informações sobre os tipos de arrasto e armadilhas para captura de peixe que existem, muitos deles são praticados em Boipeba - http://informativo-nossopixirum.blogspot.com.br/2011/12/vamos-pescar-compadre.html )
  • CARAMURU: nome dado a uma espécie de moreia que vive nas pedras à beira mar
  • CARAI-MURU: homem naufragado